CONEXÃO SEM LIMITES

http://www.penhacronicasboselli.com/

Publicado por Cronicas/poesias/reflexões em Sexta-feira, 1 de março de 2019

Cronicas/poesias/reflexões

sábado, 31 de dezembro de 2016

MEDO

Foram tantas experiências amargas,que essa noite o medo voltou
altas horas da madrugada,minha alma aflita chorou.

Pedi ao senhor do tempo,que fizesse a noite acabar
pedi a lua no céu,que fosse embora para o sol entrar.

Meu Deus que noite comprida,os minutos se arrastavam
O dia não amanhecia, lembranças tristes voltavam

Meu coração jaz cansado
de tanta aflição,desamor
Minha alma toda poída,

pede paz,fim do medo e da dor


Senhor ! Apressa o relógio! Faça o dia amanhecer.
Só a luz dissolve esse medo, que insiste em permanecer.

 
                           
                                                     Maat*/2016